Agora vai? Palmeiras dá ultima chance para Deyverson

Que a situação de Deyverson com o Palmeiras não está fácil, todo mundo sabe, mas no último fim de semana as coisas só pioraram, já que um vídeo do atacante se despedindo do Palmeiras e falando que iria para China, porém, nem deu 24h e o jogador fez um novo vídeo falando que era “pegadinha” e iria ficar no time Alviverde. Isso não foi bem aceito pela torcida palmeirense, que inclusive lançou uma hashtag no twitter “#ForaDeyverson“, pedindo a saída do atleta.

https://twitter.com/anapalestra/status/1099794837686153216

O Palmeiras convocou nesta segunda-feira (25) uma coletiva de explicação, com Deyverson, e o jogador sabe que qualquer deslize pode significar o fim de sua passagem pelo clube paulista.

O jogador assumiu seu erro e falou sobre o seu video de “despedida” e colocou a culpa em um dos amigos de grupo do whatsapp, que vazou o conteúdo.

“Sei que cometi um erro muito grave (ao cuspir em Richard, do Corinthians, e levar seis jogos de suspensão no Paulista). Mas se amanhã eu disse que não posso cometer outro erro, é mentira, pois somos humanos, passíveis de erros. A minha família sofreu bastante com tudo isso, o Palmeiras também, assim como meus companheiros, porque sabem que sou um menino de boa índole”, afirmou.

“Infelizmente, não posso voltar atrás. Se amanhã disser que não posso errar, é mentira, porque sou ser humano. Muitas pessoas falam que estou fazendo falta. Meus companheiros dizem que faço falta, pelo meu estilo de jogo, que ajuda bastante o grupo, e espero que eu não cometa erros de novo. Vocês me conhecem, sabem que sou espontâneo, brincalhão, mas hoje não é dia de brincar. Se eu falar que não vou cometer erros de novo, é mentira, mas vou fazer o possível para melhorar. A psicóloga do Palmeiras está me ajudando bastante, e espero que essas coisas não se repitam”, completou.

– A escolha de permanecer no Palmeiras

Conversei com a minha família e falei com eles que devo muito ao Palmeiras, pelas coisas que vêm acontecendo. Eu, quando cheguei aqui, fui muito criticado, mas dei a volta por cima. Agora, por algumas coisas que venho fazendo, não estou agradando aos dirigentes e torcedores. Mas achei que não era o momento de sair. Quero sair pela porta da frente, que foi por onde cheguei”, salientou.

Sou um cara que devo muito ao Palmeiras, aos torcedores, pelas coisas que eu cometi. Conversei com a minha família e achei que era momento de deixar o Palmeiras não era agora. Quero ganhar títulos aqui, trazer alegria para o torcedor, ser campeão brasileiro. Essas foram as coisas que pensei para não sair do Palmeiras agora”, finalizou.

– Como vazou o vídeo de despedida ?

“Esse vídeo surgiu de um grupo (de Whatsapp) que eu tenho com amigos, que eu tinha confiança, mas agora não tenho mais. Pensava que era todos meus amigos, mas um deles fez com que o vídeo vazasse. (O vídeo) Não era de agora, era de um pouco antes, mas ficou parecendo uma brincadeira não tão agradável para os torcedores. Meus amigos eu achava que iam tirar de letra, mas vazou”, lamentou.

https://twitter.com/midiasep/status/1099759857069109249

O Palmeiras entende que Deyverson está bastante desgastado com torcida palmeirense, direção e parte do elenco, mas não vê alternativa após o “não” do atacante para uma proposta de 15 milhões de euros do Shenzhen FC.

O atacante teve uma multa de R$ 350 mil no salário. Deyverson concordou com a aplicação da pena por parte do clube, e diz que decidiu permanecer na equipe após longa conversa com Felipão. Mas não é tão simples assim, o jogador tem uma condição a cumprir: ter consultas com a psicologa das categorias de base do Palmeiras, a Dra. Gisele Silva.

As conversas com a profissional, conforme publicado pelo Globo Esporte, serão mais frequentes, com o objetivo de ajudar o jogador em campo e na hora de tomar as decisões, que por diversas vezes são explosivas e no calor do momento.

Qualquer situação fora do comum, é o fim da linha para Deyverson no Palmeiras, ele será negociado. Os chineses, inclusive, estão apenas aguardando um deslize do jogador para bater o martelo e contratar o atacante.

O jogador ainda cumpre suspensão de seis jogos no Campeonato Paulista após a cusparada em Richard, do Corinthians, no clássico. Ele, no entanto, está apto para disputar a estreia na Libertadores, marcada para o dia 6 de março, às 21h30, fora de casa.

https://twitter.com/JColeSep/status/1099775489349242880

Camilla Magalhães
Me chamo Camilla, tenho 24 anos, sou recém formada em jornalismo e uma apaixonada por futebol. Sou torcedora do Santos futebol clube. E se pudesse morar em um lugar eu moraria dentro do estádio, minha segunda casa.

Artigos Relacionados