Agente de Pogba acha difícil transferência em janeiro, mas reafirma o desejo em ver o jogador em outro time (Foto: Reprodução/AFP)

Uma semana após declarar que o ciclo de Paul Pogba no Manchester United está se encerrando, o agente do atleta, Mino Raiola, voltou a chamar a atenção dos holofotes. Assim, dessa vez, em entrevista ao site “Tuttosport”, o empresário falou sobre a possível saída do francês da equipe inglesa. Contudo, afirmou que acha difícil que o negócio venha a acontecer na janela de janeiro.

“Em janeiro os grandes jogadores mal se mexem, depois no verão vamos ver o que acontece. Pogba terá um grande futuro”, afirmou.

A nova declaração de Raiola contrasta com um post recente feito pelo atleta em seu perfil no Instagram. Na ocasião, Pogba quebrou o silêncio sobre sua saída do Manchester United e se declarou “1000% envolvido”. Dessa forma, frequentemente no banco de reservas da equipe, o francês foi titular do time no clássico diante do Manchester City, em Old Trafford, no último final de semana.

“Eu sempre lutei e sempre lutarei pelo Manchester United, pelos meus companheiros de equipe e torcedores. Bla, bla, bla não é importante. O futuro está longe, o que importa é que hoje estou 1000% envolvido! Sempre seremos fortes juntos. Está tudo claro entre mim e o clube E isso nunca vai mudar. Quando você não souber o que está acontecendo lá dentro, não fale”, disse o meia no post.

Sabendo da possível saída do atleta do Manchester United, clubes como Real Madrid e Juventus monitoram e aguardam pelos próximos passos do jogador e seu agente. Contudo, Pogba tem contrato com o time inglês até a metade de 2022, o que obriga aos interessados fazerem ofertas para negociar a liberação do meia. Por fim, um pré-contrato só poderia acontecer de forma gratuita em dezembro de 2021.

Foto Destaque: Reprodução/AFP

Renan Liskai
Renan Liskai
Muito prazer! Sou Renan Liskai, paulista, natural de Santo André. Desde 1998 falando, respirando, sorrindo, chorando e enlouquecendo por futebol. A vida de goleiro não deu certo, mas o jornalismo sempre esteve ali. Descobri que se não podia estar dentro de campo ou das quadras, eu poderia estar do lado de fora, mas sempre vivendo tudo isso. Sou daqueles que não perde um jogo de futebol por nada, seja ele qual for. Costumo dizer que esse esporte é assunto mundial e que não há uma pessoa no mundo que nunca tenha falado sobre tudo que acontece dentro e além das quatro linhas. Assim como todo mundo, carrego uma história e experiências. Sou filho, irmão, neto, amigo e sempre serei um eterno aprendiz dessa vida.

Artigos Relacionados