Afogados vai pela segunda vez à semifinal estadual (Foto: Divulgação / Afogados)

Neste domingo (26), Retrô e Afogados entraram em campo em jogo válido pelas quartas de final do Campeonato Pernambucano. Assim, na Arena de Pernambuco, as equipes fizeram uma partida bastante movimentada e com bias chances para os dois lados. Logo, com um tempo melhor para cada clube, a Coruja Sertaneja aproveitou melhor as oportunidades que teve e definiu o placar no final do jogo com Mandacaru. Dessa forma, a equipe do sertão vai disputar pela segunda vez a semifinal do estadual.

1º TEMPO

A primeira metade de jogo foi de muita intensidade e movimentação com as melhores chances sendo criadas pelo Retrô. Após ficar reclamando de pênalti em Fabiano, aos 11′, a Fênix teve seu primeiro bom lance com Janderson chutando de fora da área, mas Wallef fez grande defesa. Enquanto que o Afogados tentava sair para o ataque, no entanto desorganizado. Aos 17′, Junior Mandacaru teve boa oportunidade, de cara para o gol, mas chutou torto. Em seguida, o clube de Camaragibe promoveu pressão na defesa da Coruja Sertaneja.

Assim, Héricles driblou três, fez a finta dentro da área, mas perdeu o tempo da bola na hora do chute. Na sequência, Tiago Costa cobrou escanteio na área, Marlon subiu sozinho e tentou a cabeçada, mas a bola passou perto do gol de Wallef. Já na reta final, Janderson fez lindo passe para Willian, que dominou e chutou, o goleiro do Afogados espalmou. No fim, Fabiano cobrou escanteio, a bola passou por todo mundo, Marlon pegou de primeira dentro da área, mas o chute saiu desviado. Apesar da pressão, o Retrô não conseguiu balançar as redes.

https://www.instagram.com/p/CDGVBvWBYeA/?utm_source=ig_web_copy_link

2º TEMPO

Na volta do intervalo, o Afogados foi mais incisivo e passou a buscar o gol. Logo aos 7′, Guilherme cobrou falta de longe e o chute saiu muito perto do gol de Jean. Em seguida, Guilherme cobrou outra falta perigosa, Jean tentou encaixar e perdeu a bola, Diego Teles tentou o rebote e ficou pedindo pênalti, árbitro nada marcou. A partir dos 15′, o Retrô começou a sair mais para o jogo. Em um dos lances, Anderson Paraíba arriscou de longe, assustando o goleiro Wallef. Na sequência, a Coruja Sertaneja ameaçou em falta cobrada por Tiago Bagagem e Jean quase se complicou, mas fez a defesa.

Assim, aos 23′, pressão do Afogados na cabeçada de Mandacaru e na finalização de Escuro. Somente aos 31′, o Retrô ensaiou uma melhora. Logo, Willian Lira tentou o passe rasteiro, Wallef se jogou para pegar e falhou, antes de sobrar para Janderson, a defesa sertaneja afastou. Aos 35′, Rodrigo recebeu passe na esquerda, levou na velocidade e bateu rasteiro para o meio, a bola passou pela defesa da Fênix e sobrou para Mandacaru abrir o placar. Em busca do empate, Loran bateu com categoria. Wallef fez grande defesa. Na reta final, o Retrô foi todo pressão, mas sem êxito.

E AGORA?

Dessa forma, com a vitória, o Afogados chega pela segunda vez em sua história à semifinal do Campeonato Pernambucano. Enquanto que o Retrô encerra a primeira participação na elite estadual nas quartas de final. Agora, a Coruja Sertaneja enfrenta o Salgueiro, na quinta-feira (30), às 21h30 (horário de Brasília).

MELHORES MOMENTOS

Em breve.

Foto Destaque: Divulgação / Afogados

Avatar
Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

Artigos Relacionados