Conheça Adilson, ídolo na Coréia do Sul e no Japão

Adilson dos Santos, é um ex-jogador de futebol que fez sucesso no continente asiático, onde é ídolo, mais precisamente na Coréia do Sul e na China. O sergipano, tema desta edição da coluna Escalando a Muralha, iniciou a carreira em 1997 pelo Cotinguiba Esporte Clube e logo se transferiu para o Confiança. Durante sua passagem pelo time celeste fez boa campanha no campeonato estadual, perdendo apenas na final para o Itabaiana. Não teve vida longa no futebol brasileiro e já embarcou para a europa.

PASSAGEM DIFÍCIL PELA EUROPA

Logo após se destacar no campeonato sergipano, se transferiu para o Apucarana Atlético Clube da cidade de Apucarana no interior do Paraná. Onde foi eleito o melhor zagueiro do campeonato paranaense. Porém a passagem foi muito rápida e Adílson logo seguiu para o futebol europeu, indo para a Sérvia jogar no Estrela Vermelha. No clube disputou apenas onze partidas.

Depois de uma temporada onde não jogou com frequência, Adi se mudou para a Espanha indo para o Real Bétis. No entanto os problemas começaram a surgir, nos verdiblancos não chegou nem a atuar e posteriormente foi atuar pelo Sevilla. Mas o time rojiblanco não tinha o dinheiro para efetuar a transação e esse imbróglio entres as duas equipes fez com que o brasileiro ficasse encostado e sem jogar. Em seguida a situação foi resolvida mas mesmo assim Adílson não jogou por ser muito novo e acabou indo para na equipe B dos hispalenses.

INÍCIO E IDOLATRIA NA ÁSIA

Em 2001 depois de passagem fracassada pela europa, o sergipano emigrou para a China, para jogar no Dalian Shide. Nos quase seis anos na equipe chinesa, o polivalente defensor conquistou por quatro vezes o campeonato chinês, duas vezes a Copa da China e uma vez Campeão da Ásia. Teve grande atuação enquanto esteve por lá, e em 2006 mudou mais uma vez de país e foi para a Coréia do Sul.

E está mudança foi um divisor de águas na carreira do agora lateral-esquerdo Adilson, o jogador mudou de posição e também alterou seu status. Pois em campos sul-coreanos, se tornou grande ídolo do FC Seoul, clube onde passou oito anos e acumulou títulos, premiações individuais e excelentes atuações. Seus triunfos contam com dois Campeonatos Coreanos e duas Taças da Liga, além de ser eleito cinco vezes o melhor defensor da K-League.

Após se aposentar em 2014, Adilson foi convidado pela diretoria do clube sul-coreano para integrar a comissão técnica da equipe. Entretanto não se adaptou na função e resolveu mudar de setor, agora é olheiro do time, buscando e observando novos atletas no Brasil.

Foto Reprodução: José Gilton/TV Sergipe

Avatar
Leonardo Caíque Miyagui

Artigos Relacionados