Aderlan aponta o que o RB Bragantino o que levar de experiência para Libertadores

Sobretudo, na última quinta-feira (9), o RB Bragantino recebeu a equipe do Internacional em jogo válido pela 38ª rodada do Brasileirão Série A. Assim, com uma vitória por 1 x 0, o Massa Bruta terminou o torneio em 6º lugar e garantiu uma vaga para Libertadores.

Em suma, essa será a primeira vez na história que a equipe de Bragança Paulista disputará o maior torneio continental da América do Sul. Vale lembrar que o Braga disputou a Sul-Americana esse ano, onde chegou na final, mas perdeu para o Furacão.

Bastidores da vitória e classificação do RB Bragantino

Aderlan

A princípio, Aderlan é um dos jogadores que vieram para o Bragantino quando a Red Bull assumiu o controle em 2019. Assim, o lateral já disputou três temporadas pelo Toro Loko.

Em resumo, após conquistar a tão sonhada vaga, o lateral-direito do Braga disse quais pontos a equipe pode levar de experiência da Sul-Americana para disputar a Libertadores.

 “Jogar a Copa Libertadores era o maior objetivo do grupo. É uma competição histórica, de um nível muito alto de futebol e é nestes grandes jogos que o clube todo quer e está se preparando para disputar. Acredito que da Sul-Americana conseguimos levar a experiência de jogar por todo continente e as peculiaridades dos gramados que passamos. O grupo segue unido e evoluindo a cada dia mais, agora é tempo de descansar a cabeça e chegar preparado para um grande ano”.

Por fim, o atleta também comentou sobre seu desempenho na temporada e parabenizou toda a equipe de Bragança Paulista.

 “A melhor temporada da minha carreira. O grupo fez excelentes jogos ao longo do ano e tenho apenas a agradecer pela oportunidade de jogar com meus companheiros e representar esse clube que tenho tanto carinho. Individualmente acredito que sempre posso evoluir e é com essa mentalidade que vou para o ano de 2022″.

Foto destaque: Divulgação / Ari Ferreira /  Bragantino

Enzo Pires
Tenho o sonho de trabalhar com o que eu mais amo, que é o FUTEBOL. Amante desse esporte desde criança, queria ser jogador, mas como não deu certo, agora eu busco trabalho com isso, só que fora de campo.