A próxima temporada em Manchester

Na próxima temporada, a bela cidade inglesa será a casa de dois dos maiores treinadores do planeta. Guardiola e Mourinho serão rivais novamente, porém com objetivos muito diferentes. Pep chega ao City com a missão de afirmar o clube entre os maiores da Europa, e, quem sabe, brigar pelo título da UCL logo na sua temporada de estreia. Já o português precisa reestruturar a equipe e recolocá-la no seu devido lugar – disputando grandes títulos.

Naturalmente a situação inicial do espanhol é melhor. Com muito dinheiro em caixa, o treinador conseguirá montar um elenco ao seu estilo. O meio-campo alemão, Ikay Gudogan, já foi confirmado como reforço dos Citizens. Ótimo reforço, diga-se de passagem.

Logicamente, Guardiola trará outros jogadores. Entretanto, possui um bom time base: Na meta, um goleiro de seleção. Pelas laterais Zabaleta e Kolarov são tecnicamente discutíveis, porém eficientes. Na zaga, os titulares Kompany e Otamendi são absolutos. O meio de campo provavelmente será o setor com o maior número de mudanças. Yaya Touré não tem boa relação com o novo treinador e tem o futuro incerto na equipe. Fernandinho é titular, mas não é unânime. De Bruyne e Silva são os mais talentosos na meia cancha. Precisam de regularidade apenas. Sterling teve uma boa temporada de adaptação e pode ser uma das peças chaves no sistema de Pep. No comando do ataque, Kun Agüero é um dos melhores atacantes do mundo. Todos os jogadores supracitados fazem, ou fizeram recentemente, parte de suas seleções nacionais.

Do outro lado de Manchester, o trabalho será maior. Mesmo com bastante dinheiro em caixa, fato recorrente para o United, montar uma equipe competitiva não vai ser tão simples. O marfinense Bailly já foi apresentado. Com apenas 20 anos, o jovem defensor se destacou pelo Villareal e custou em torno de 35 milhões de Assim como no rival, o goleiro é de seleção. Se resistir ao mercado de transferências, De Gea será fundamental para as pretensões dos Red Devils. Para a defesa, Mourinho tem o bom zagueiro, Smalling. O defensor também joga no English Team. Ainda no setor defensivo, os polivalentes, Rojo e Blind, são boas peças para um elenco em formação. Ambos podem atuar na lateral esquerda e no miolo da zaga – o segundo pode jogar de volante também. Pelo lado direito, o mediano Valencia não vem apresentando um bom futebol.Assim como o seu concorrente Darmian. Os dois fizeram uma temporada abaixo do esperado.

No meio-campo, o treinador terá uma grande variedade de jogadores para escolher a melhor composição. Schweinsteiger, Schneiderlin e Ander Herrera são opções de muita qualidade. Juan Mata, também estaria nesta lista, não fosse a relação ruim com Mourinho, desde os tempos de Chelsea. Provavelmente será negociado. Somam-se a eles, os jovens Lingaard, Martial e Depay. Este último precisa recuperar o bom futebol. Jovem promessa e com enorme potencial, a temporada de adaptação ao futebol inglês foi ruim e não justificou o investimento realizado. Ao contrário do francês, que encerrou a temporada em alta e estará na Eurocopa 2016. No ataque, Wayne Rooney, camisa 10 e capitão, dispensa apresentações. Nas últimas temporadas vem sendo escalado para vir de trás e surpreender a defesa adversária com o seu ótimo arremate de média distância. A grande surpresa da temporada foi Marcus Rashford. Com apenas 17 anos chamou atenção do mundo inteiro. Gols em estreias e clássicos, com poucos minutos em campo e poucos toques na bola, o menino, agora com 18, garantiu sua vaga na seleção inglesa e vai disputar a Eurocopa também.

O poder do futebol inglês é inegável, mas sua imagem frente à Europa anda meio apagada. O Manchester City nesta temporada aparece como principal representante da Terra da Rainha, especialmente pela contratação de Pep Guardiola. No lado vermelho, José Mourinho tem a missão de fazer o Manchester United voltar aos tempos de Sir Alex Ferguson. A janela de transferências será o primeiro passo, para ambos, na busca por grandes resultados.

Avatar

Sobre Lucas Arruda

Lucas Arruda já escreveu 13 posts nesse site..

Lucas Arruda, 22 anos, estudante de jornalismo na Uniritter em Porto Alegre/RS.Sonhava ser jogador de futebol. Estudei três semestres de Educação Física na UFRGS, com o objetivo de ser treinador profissional. Cada vez mais longe da bola, hoje almejo ser comentarista esportivo em grandes emissoras do país. Apaixonado pelo futebol internacional, acompanho assiduamente os principais campeonatos europeus, mas não esqueço do futebol nacional.

BetWarrior


Poliesportiva


Avatar
Lucas Arruda
Lucas Arruda, 22 anos, estudante de jornalismo na Uniritter em Porto Alegre/RS.Sonhava ser jogador de futebol. Estudei três semestres de Educação Física na UFRGS, com o objetivo de ser treinador profissional. Cada vez mais longe da bola, hoje almejo ser comentarista esportivo em grandes emissoras do país. Apaixonado pelo futebol internacional, acompanho assiduamente os principais campeonatos europeus, mas não esqueço do futebol nacional.

    Artigos Relacionados

    Comments are closed.

    Topo