A naturalização de jogadores brasileiros (Reprodução/Instagram)

No começo do mês de junho, mais especificadamente, no dia 4, o site Futebol na Veia entrevistou com exclusividade o ex-atleta e hoje head coach das categorias de base da China, Ederson Silva. Assim, um dos assuntos da live, foi sobre a visão de Éderson a respeito da naturalização de jogadores estrangeiros, principalmente, brasileiros. Além disso, sobre a atuação deles na seleção chinesa.

VISÃO DE EDERSON SOBRE A NATURALIZAÇÃO

Perguntado por Eric Filardi a respeito da naturalização de jogadores brasileiros, com destaque aos mais recentes, Aloísio, (ex-São Paulo) e Elkeson,  Ederson vê como um aspecto positivo.

Para mim é um progresso porque ela tem que ser aceita porque todos os outros países podem, então porque a China não vai se misturar, e ainda mais tendo esses jogadores renomados, esses jogadores que vão contribuir coma seleção nacional, provavelmente. A seleção é a base, o topo, e vai contribuir para que sejam espelhos para esses meninos da base. Disse o head coach.

Posteriormente, em seguida completou.

Antes não tinha muito essa miscigenação da base, por talvez não qualidade técnica e tática, mas não tinha muitos atletas jovens. Mas nós temos jogadores ai, o Li, que é um grande diferencial da China e acredito que se a seleção fizer um bom papel, possa fazer com que todo o povo, todos os pais e toda essa corrente está andando para o mesmo lado.

ENTREVISTA NA ÍNTEGRA

A parte abordada no texto, está entre os minutos 26:20 até 28:24. Confira a entrevista na íntegra no link abaixo.

Foto destaque: Reprodução/Instagram

Lucas Vilela
Lucas Vilela, 18 anos, cursando faculdade de jornalismo, gosto muito de esportes, quero estar falando, cobrindo vários deles, mas o meu maior sonho dentro do âmbito esportivo e cobrir o super bowl, desde pequeno tinha vontade de praticar, mas devido um problema na perna dificulta um pouco, porém estar falando todo o tempo dos esportes é sensacional.

Artigos Relacionados