Bayer Leverkusen

O futebol europeu sempre foi uma segunda casa para jogadores brasileiros, inclusive na Alemanha. Assim, algumas equipes alemães se destaca por acreditar no futebol Canarinho, com destaque para o Bayer Leverkusen. Portanto, a coluna dessa semana, retrata alguns nomes Brazucas que fizeram sucesso em Leverkusen, do zagueiro ao atacante.

Diversos jogadores brasileiros vestiram a camisa do Bayer, e iremos destacar alguns, os principais. Dessa forma, nomes como Lúcio, Juan, Zé Roberto e Renato Augusto, ganham notoriedade neste assunto, sendo referência histórica dos Leões. Por fim, ao total, 23 Brazucas passaram pelo Bayer 04.

O PRIMEIRO DE MUITOS NO BAYER LEVERKUSEN …

O sucesso Canarinho no clube começou em 1987, com o talentoso Tita. Sendo assim, o jogador multicampeão pelo Flamengo, chegou em Leverkusen como o primeiro brasileiro na história da equipe. Em contrapartida, foi apenas uma temporada em terras alemãs, porém com êxito. Em 26 jogos completados, foram 12 gols marcados, sendo um deles na final da Copa da Uefa, garantindo o título continental.

O XERIFE LÚCIO

Antes de fazer sucesso no Bayern e na Inter, o zagueiro foi destaque no Bayer. Com isso, Lúcio foi protagonista na campanha vice campeã do clube, da Liga dos Campeões em 2002, onde foi derrotado pelo Real Madrid. Chegou em 2000 e ficou até 2004, sendo referência na posição. Em suma, nos quatro anos de Leverkusen, foram 122 jogos, com 21 gols marcados e cinco assistências.

O DISCIPLINADO JUAN

Revelado pelo Flamengo, e com passagem vitoriosa pela Seleção Brasileira, o defensor vestiu a camisa vermelha. Em Leverkusen, o jogador formou dupla com Lúcio, sendo destaque na Alemanha. Portanto, chegou em 2002 e ficou até 2007, quando se transferiu para a Itália, indo defender o clube da Roma. Em síntese, nos cinco anos de Bayer, foram 176 jogos completados e 16 gols marcados.

ROQUE JÚNIOR

O pentacampeão em 2002 passou no futebol alemão, vestindo a camisa dos Leões. Nesse ínterim, o zagueiro chegou em 2004, para substituir seu compatriota Lúcio, que estava se transferindo para o Bayern de Munique. Consequentemente, formou parceria com Juan até 2007, quando embarcou para o Diusburg da Alemanha. Em três anos de Leverkusen, foram 49 partidas e um gol marcado.

PAULO SERGIO “TETRA”

O tetracampeão com a Seleção em 1994, chegou em 1993 e ficou até 1997 no Bayer. Nesse sentido, o Brazuca é considerado por muitos, o melhor brasileiro a vestir a camisa do clube, onde fez muitos gols. Ao total foram 64 gols marcados, estando no top 10 de artilheiros da história da equipe. Por fim, foram 150 jogos no Bayer Leverkusen sendo vice campeão da .

https://twitter.com/simpraisa/status/1127218227925405696

O POLIVALENTE EMERSON

Com passagens pelos gigantes Real Madrid e Milan, o volante jogou no Bayer. Nesse ínterim, foi sua primeira experiência na Europa jogar nos Leões, abrindo seu currículos nos clubes europeus. Com bom futebol, liderança e personalidade, Emerson foi destaque em Leverkusen. Por fim, o brasileiro jogou no Bayer 04 de 1997 até 2000 no clube alemão.

O CARISMÁTICO ZÉ ROBERTO

Revelado pela Portuguesa, é referência Brazuca no futebol alemão. Com passagens marcantes pelo Bayern e Hamburgo, o brasileiro também se aventurou no Bayer. Portanto, foi em Leverkusen seu primeiro sucesso na Europa, onde atuou de 1998 a 2002, dando algumas alegrias ao torcedor Leonino. Em conclusão, foram 150 jogos, com 19 gols marcados e 42 assistências.

O CAMISA 10 RENATO AUGUSTO

Revelado pelo Flamengo, Renato foi o último grande meio campista brasileiro em Leverkusen. Assim, com apenas 20 anos, embarcou na Alemanha em 2008 para defender o Bayer, tendo como missão liderar a equipe para as glórias. Entretanto, as conquistas não veio, mas o Camisa 10 deixou sua marca na história do clube. Foram 4 anos na equipe, com 126 jogos, 12 gols e 27 assistências.

OS BRASILEIROS DE HOJE DO BAYER LEVERKUSEN

No atual elenco da equipe se encontra apenas dois brasileiros, Wendell e Paulinho. Nesse sentido, ambos levam a marca Verde e Amarela para os dias de hoje em Leverkusen. O ex vascaíno Paulinho está no clube desde 2018, mas ainda não se afirmou na titularidade do time. Por outro lado, o ex gremista Wendell já está em sua sexta temporada no clube, se tornando a cada ano, ícone e líder dentro do elenco.

UM POUCO DA HISTÓRIA DO BAYER LEVERKUSEN

Fundado em 1904, o clube foi criado por funcionários da empresa farmacêutica Bayer. Com isso, o início foi um pouco difícil, não conseguindo se manter nas principais divisões alemãs. Entretanto, a partir dos anos 60, a entidade começou a ter fama e respeito dentro da Alemanha e, por todo o mundo do futebol. O Bayer tem uma curiosidade, ele não tem a A Copa Da Uefa, 2.Bundesliga, Copa da Alemanha e Reggionalliga (antigo torneio da região oeste da Alemanha).

Foto Destaque: Reprodução/Getty Images

Leandro Silva
Eu escolhi jornalismo por amar esporte, principalmente futebol. No momento tenho um canal no youtube com meus amigos chamado "Mesa de bar" , que fala de esportes em geral, a idéia é justamente criar um portfólio para ingressar na área jornalística. Meu objetivo profissional é ser comentarista de futebol, me espelhando em profissionais como o Paulo Vinícius Coelho, Lédio Carmona, Paulo Calçade entre outros. Sou uma pessoa tranquila e focada, tanto na vida profissional e pessoal. Simplicidade me define, sendo assim, pretendo acrescentar ao Futebol na Veia, com meus conhecimentos e qualidades.

Artigos Relacionados