Zack Steffen é coroado melhor goleiro da MLS 2018

Em votação apertada, o jovem goleiro conseguiu desbancar meldalhões que também estavam na briga
Zack Steffen é coroado melhor goleiro da MLS 2018

Há algum tempo atrás, noticiamos sobre a MLS anunciar os candidatos a melhores do ano na temporada 2018. Pois bem, o primeiro prêmio saiu no começo da noite desta terça-feira (7), para Zack Steffen, do Columbus Crew, como melhor goleiro da liga do ano.

A votação

Aos 23 anos, o jovem goleiro, que traz esperanças ao país também na meta da seleção americana, foi o mais votado entre cinco nomes listados, porém era o mais cotado a ser o grande vencedor da honraria. A votação reuniu jogadores, dirigentes de clubes e jornalistas, colocando a joia americana com quase 25% dos votos. Stefan Frei (Seattle Sounders) vem na segunda colocação 19% e Luis Robles (NY Red Bulls) em terceiro com 18%. Ainda concorreram Tim Melia (Sporting Kansas City), que ficou em quarto lugar e Brad Guzan (Atlanta United), em quinto.

Juventude e números impressionantes entre os grandes

Zack Steffen entra no hall seleto de grandes nomes que já ganharam o prêmio anual dado pela liga, sendo o segundo do seu time a ser o vencedor. Dos concorrentes, somente o suíço Frei é o único que não conquistou ainda o troféu, mas ainda pode aparecer em breve, diante da excelente temporada que faz. Aliás, temporada essa, que de maneira muito boa coroou o jovem do Columbus Crew. Foram 525 minutos sem tomar gols durante a temporada regular, resultando em dez jogos sem saber o que é buscar a bola no fundo da meta, 45 gols tomados e uma média de 1,5 por partida. O número que mais impressiona é: foram dez pênaltis pegos pelo arqueiro de Columbus.

2018 Allstate MLS Goalkeeper of the Year: Zack Steffen

Congrats to Zack Steffen of Columbus Crew SC, the 2018 Goalkeeper of the Year!

Posted by Major League Soccer (MLS) on Tuesday, November 6, 2018

O foco da vez

O time de Ohio e seu mais novo melhor goleiro da liga, entram em campo no próximo domingo (11), em casa, pelo segundo jogo das semifinais de conferência da MLS, para encarar o NY Red Bulls. O primeiro jogo foi 1 x 0 para o Columbus e apenas um empate os garante na final do Leste da competição.

Ruan Silva

Sobre Ruan Silva

Ruan Silva já escreveu 407 posts nesse site..

Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Please follow and like us:
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram

Comments

comments

Ruan Silva
Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Artigos Relacionados

Topo