Seattle bate o Houston e fica cada vez mais próximo dos playoffs da MLS

Jogando em casa, o time não teve dificuldades para vencer o time texano

Mais 39 mil pessoas, estiveram no CenturyLink Field para acompanhar o duelo entre Seattle Sounders e Houston Dynamo, finalizando a semana 32 da MLS. A festa na arquibancada, foi muito bem recompensada dentro de campo, com muitos gols do time da casa e a classificação muito próxima para a pós-temporada. Em compensação, o lado derrotado vai terminando o ano de forma melancólica e sem pretensões para o restante do ano.

Primeiro Tempo

Apesar da posse de bola igual entre os dois times, era o Seattle quem arriscava mais, não é a toa que foram nove chutes contra quatro do Dynamo. Aos 18 minutos, Will Bruin recebeu passe de Roldan, girou e bateu no angulo do goleiro para abrir o marcador. Mais tarde, aos 34′, foi a vez de Roldan receber passe de Lodeiro e bateu cruzado, sem chance nenhuma para o goleiro rival. Quando o árbitro apitou o fim dos primeiros minutos, o placar marcava 2 x 0 para o Sounders.

Segundo Tempo

Após o intervalo o Houston começou pressionando e levando perigo contra Stefan Frei, mas aos poucos os donos da casa foram se organizando novamente. Aos 20 minutos, Kelvin Leerdam deu no pé de Victor Rodríguez que fez o terceiro gol do jogo. Sem poder reação nenhum, os visitantes viram o Sounders fazer mais uma jogada trabalhada, e na tabelinha com Bwana, novamente Victor Rodríguez balançou as redes adversárias fazendo o quarto da equipe da casa. Com jogo perdido, a Laranja Mecânica resolveu atacar e sobrou tempo para Beasley, chutar cruzado e bater o arqueiro, fazendo o gol de honra e fechando o placar em 4 x 1.

E Agora?

Com a expressiva vitória, o Seattle Sounders pula para 50 pontos, em quinto lugar do Oeste e muito próximo dos playoffs. Já o Houston, viu sua sequência de três jogos invictos escorrer pelos dedos. Com 35 pontos, o clube do Texas é o décimo do Oeste. Na próxima sexta-feira (12), Manotas e cia., vão até Los Angeles encara o LAFC, enquanto isso, o Seattle descansa e só joga no próximo dia 17 (quarta-feira), contra o Orlando City, na casa dos Lions.

Ruan Silva

Sobre Ruan Silva

Ruan Silva já escreveu 370 posts nesse site..

Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Please follow and like us:
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram

Comments

comments

Ruan Silva
Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Artigos Relacionados

Topo