Rodrigo Caio: jogador além do seu condomínio

Atleta está no radar dos grandes clubes e, após a Copa do Mundo, pode se transferir para algum clube europeu
Rodrigo Caio

Em entrevista aos canais ESPN, o zagueiro Rodrigo Caio deu uma declaração que “bombou” na internet, trazendo a tona uma velha história do futebol brasileiro: a sedução que o mercado europeu exerce em cima das nossas jovens promessas.

Durante a entrevista, o jogador fala sobre diversos assuntos: São Paulo, lesão, Seleção Brasileira e seu futuro como jogador. Veja o trecho que repercutiu:

“Não tem nada concreto. Mas cada vez mais está chegando a hora de sair (do São Paulo), de procurar novos ares, isso é nítido”, afirmou o zagueiro, que vive expectativa de ainda ser convocado por Tite para a Copa do Mundo.

Depois de sua entrevista, jornalistas e torcedores levantaram a seguinte tese: Rodrigo Caio deve ir para Europa ou têm de jogar mais um pouco no futebol brasileiro (São Paulo)? Ele está sendo ingrato com o clube que o revelou, dando essa entrevista?

Rodrigo Caio já recebeu boas propostas e todas foram recusadas. Seja ela pelo próprio atleta e outras, não agradaram a diretoria do Morumbi. Em uma destas investidas, o jogador viajou até Madrid, realizou exames, e durante sua estádia, antes de sacramentar sua ida para o futebol espanhol, ocorreu uma divergência nos valores apresentados no contrato, e Rodrigo Caio deixou de ser vendido.

O atleta está no clube desde 2004, passando por toda a base em Cotia ( local do centro de formação) e vivenciou as mais diferentes situações históricas dentro do clube. Ganhou títulos. Acumulou feitos como jogador e ajudou diversas vezes o clube em partidas decisivas.

Jovem promessa em 2011, Rodrigo Caio neste ano, fez algumas partidas como zagueiro junto com Xandão e Rodolfo (Divulgação/SPFC.net)

Junto com o clube, alcançou, por merecimento, chances com a seleção olímpica e principal. Com a olímpica, ganhou uma medalha de ouro inédita para o futebol pentacampeão do mundo. Teve destaques individuais, que fomentaram algumas análises e propostas, no passado, que quase o levaram para outro clube fora do Brasil.

O São Paulo tem uma cultura de vender muito rápido suas grandes promessas para Europa, precocemente. Foi assim com: Casemiro ( Porto e hoje no Real Madrid como titular absoluto), Lyanco ( Torino), William José (hoje no Real Sociedad, artilheiro do seu clube por duas temporadas), David Neres (hoje no Ajax como revelação), Luiz Eduardo ( Rennes da França), Lucas (PSG e Tottenham), Kaká ( passou pelo Milan, Real Madrid, Orlando City, foi último brasileiro a ganhar a bola de Ouro), Denílson ( foi pro Betis e se tornou grande jogador, ajudou a seleção do pentacampeonato).

Todos esses jogadores saíram do clube muito cedo, e poucos, como profissional, vivenciaram bons anos como profissional do clube. Tirando o Kaká que já retornou ao clube e hoje está aposentado.

O Rodrigo Caio, vem na contra mão de todos esses. Está no profissional do clube, desde 2011, passou por tudo no clube. Sua hora já chegou. Tem de ser vendido para criar seus laços em outra cultura e realizar seus projetos profissionais e pessoais.

Rodrigo Caio com a tão sonhada e inédita, medalha de ouro das Olimpíadas 2016 no Rio de Janeiro (Reprodução/Comitê Rio 2016)

Ele merece sim, ser negociado. Sua transferência será proveitosa para o futebol brasileiro. O seu processo de amadurecimento renderá inúmeras convocações. Hoje vivemos uma escassez de bons zagueiros. Na cabeça do Tite, ainda tem algumas vagas a serem preenchidas, e o jogador ainda é cotado para estar na Rússia, entre os 23 selecionados. Em algumas convocações, Tite parabenizou o jogador pela versatilidade e inteligência na visão de jogo.

Se machucou algumas vezes, e quando pôde estar disponível, viveu uma fase ruim junto ao clube. Nos últimos meses, principalmente na reta final do Brasileiro do ano passado, cresceu novamente e ajudou o clube a escapar a zona do rebaixamento, mostrando novamente o bom jogador que é.

Sobre Diego Monteiro

Diego Monteiro já escreveu 43 posts nesse site..

Jovem jornalista apaixonado por futebol, música e resenha boa. Sou paranaense na terra da garoa. Alguns dizem que sou doido, mas doido é quem me chama. De loucura e razão, todos nós temos um pouco.

Comments

comments

Diego Monteiro
Jovem jornalista apaixonado por futebol, música e resenha boa. Sou paranaense na terra da garoa. Alguns dizem que sou doido, mas doido é quem me chama. De loucura e razão, todos nós temos um pouco.

    Artigos Relacionados

    Deixe uma resposta

    Topo