Em despedida de Lautaro Martínez, Racing fica sem Liberta 2019

La Academia perdeu de 3 a 1 para o Colón, em Avellaneda, na última partida do camisa 10 na Superliga; o time celeste não se classificou à Libertadores, assim como o Independiente e o River
Em despedida de Lautaro Martínez, Racing fica sem Liberta 2019

A Superliga Argentina de Futebol 2017/2018 terminou, com Boca Juniors campeão! Pasme, Independiente, Racing e River Plate ficaram de fora do G5. Se el Rey de Copas, la Academia e el Millonario quiserem ir à Libertadores de 2019, vão ter que ganhar a Libertadores ou a Sul-Americana ou a Copa Argentina. Os classificados para o maior torneio de clubes da América são: Boca, Godoy Cruz, San Lorenzo, Huracán e Talleres. Detalhe, dois times do interior da Argentina (Godoy Cruz, de Mendoza, e Talleres, de Córdoba). Quem vai para a Sul-Americana de 2019: Independiente, Racing, River Plate, Defensa y Justicia, Unión e Colón.

Os rebaixados foram: Temperley, Chacarita, Olimpo e Arsenal. Os que subiram da segunda divisão: Aldosivi é o campeão da Primeira B Nacional. O segundo clube a subir ainda vai ser definido num torneio mata-mata que já começa nas quartas de final, reunindo do segundo ao nono colocado da Primeira B.

Confira o que aconteceu na última rodada da Superliga! A temporada 2018/2019 começa depois da Copa do Mundo da Rússia.

27ª RODADA – SUPERLIGA ARGENTINA

11/05 – SEXTA-FEIRA

Chacarita Juniors 1 x 4 San Martín

O rebaixado Chacarita se despediu da primeira divisão sofrendo uma goleada de 4 a 1 para o San Martín, diante de sua torcida, no estádio Chacarita Juniors, em General San Martín, na província de Buenos Aires. Os visitantes não tiveram dificuldades para triunfar, saíram na frente, levaram o empate e depois veio a goleada. Com direito a gol do goleiro artilheiro Luis Ardente, de pênalti. Assim, o Chacarita terminou a Superliga em 26º colocado, com 18 pontos, e o San Martín ficou na 18ª posição, com 33 pontos.

Lanús 0 x 0 Atlético Tucumán

O placar não saiu do 0 a 0, no estádio La Fortaleza, em Lánus, na província de Buenos Aires. O Lanús não jogou bem em casa, mas também o Tucumán não estava numa noite inspirada. Foi um jogo difícil de se assistir para os poucos torcedores presentes no estádio. Com o resultado, el Granate ficou na 21ª posição, com 29 pontos, e os tucumanos terminaram na 15ª colocação, com 36 pontos.

12/05 – SÁBADO

Huracán 3 x 3 Boca Juniors

Huracán empatou na raça com o campeão Boca Juniors, por 3 a 3, no estádio El Palacio, em Buenos Aires, selando o ingresso para a Libertadores de 2019. El Globo ficou na quarta posição, com 48 pontos, e podia até ter perdido, já que os concorrentes Independiente e Racing foram derrotados. O Boca entrou com o time praticamente reserva e somou 58 pontos, na liderança. O jogo marcou a volta de Fernando Gago. O volante estava seis meses parado por causa de contusão no joelho.

O Huracán abriu o placar, logo aos 5 minutos de partida, com o artilheiro Ignacio Pussetto. O Xeneize não jogou bem, mas em 11 minutos empatou, virou e fez 3 a 1 no final do primeiro tempo (32′ Emmanuel Más; 34′ Walter Bou; 43′ Óscar Benítez). Na segunda etapa, el Globo voltou melhor e veio a reviravolta aos 18 minutos, com o gol de Diego Mendoza. Nove minutos depois, Andrés Chávez empatou para os donos da casa.

Patronato 0 x 0 Banfield

Patronato ficou no 0 a 0 com o Banfield, no estádio Presbítero Bartolomé Grella, na cidade de Paraná, na província de Entre Ríos. O futebol apresentado foi digno de jogo que é só para cumprir tabela. Com o resultado, el Patron termina a temporada na 19ª posição, com 33 pontos. El Taladro ficou na 17ª colocação, com 35 pontos.

Defensa y Justicia 2 x 0 Arsenal de Sarandí

Defensa y Justicia superou o rebaixado Arsenal de Sarandí, por 2 a 0, no estádio Norberto Tomaghello, em Florencio Varela, na província de Buenos Aires. El Halcón conquistou a vaga para a Sul-Americana de 2019, ficando na nona posição, com 44 pontos. Os donos da casa deram um baile em cima do el Arse, que não demonstrou reação alguma. Fabián Bordagaray e Mariano Bareiro fizeram os gols do Defensa y Justicia. O Arsenal caiu pela primeira vez e vai disputar a Primeira B Nacional. Agora, o Boca Juniors é o único time argentino que ainda não foi rebaixado.

Olimpo 2 x 2 Talleres

Libertadores 2019: que sorte teve o Talleres! O empate por 2 a 2, diante do rebaixado Olimpo, foi o suficiente para la T entrar no G5. Os cordobenhos ficaram na quinta posição, com os mesmos 46 pontos do Independiente, que perdeu no saldo de gols. A partida aconteceu na casa do Olimpo, o estádio Roberto Natalio Carminatti, em Bahía Blanca, na província de Buenos Aires. O Talleres saiu na frente, aos 38 minutos, com Santiago el Tanque Silva. El Aurinegro buscou a reação, com Lucas Mancielli, que fez o gol de empate aos 27 minutos do segundo tempo. A virada veio, com Pedro Silva Torrejón, aos 37. Mas nos acréscimos teve pênalti para os visitantes que foi convertido pelo arqueiro Guido Herrera. E depois de 16 anos, o Talleres vai volta a competir a Libertadores pela segunda vez a sua história.

Unión de Santa Fé 1 x 0 Independiente

Alegria de Sul-Americana para uns, tristeza de sem Libertadores para outros. E assim foi o duelo entre Unión Independiente, no estádio 15 de abril, na cidade de Santa Fé. Com o apoio da torcida, el Tatengue conseguiu vencer, no sufoco, el Rey de Copas, por 1 a 0, garantindo vaga na Sul-Americana de 2019. Os santafesinos ficaram na 10ª posição, com 43 pontos. Já o Independiente levou um balde de água fria, ficando de fora do G5. Ir para a Libertadores de 2019 pela Superliga só dependia do próprio time de Avellaneda. O único gol da partida foi marcado por Franco Soldano, no início do segundo tempo,

Belgrano 2 x 3 Temperley

A derrota em casa custou muito caro para o Belgrano. Os cordobenhos ficaram de fora do G11 e não vão disputar a Sul-Americana em 2019. O já rebaixado Temperley aprontou no estádio Gigante de Alberdi, em Córdoba, vencendo por 3 a 2, e se despedindo bem da Superliga.  El Gasolero  terminou na 25ª posição, com 23 pontos, e vai se preparar para a Primeira B Nacional na próxima temporada. El Pirata ficou na 13ª posição, com 40 pontos, e agora vai o arquirrival Talleres disputar a Libertadores.

13/05 – DOMINGO

Godoy Cruz 2 x 0 Tigre

Godoy Cruz ganhou do Tigre, por 2 a 0, no estádio Malvinas Argentinas, em Mendoza. El Tomba foi a surpresa da Superliga ao brigar pelo título na reta final e ainda se garantir na Libertadores de 2019. Os mendocinos ficaram na segunda colocação, com 56 pontos, dois a menos que o campeão Boca Juniors. Já el Matador de Victoria terminou na 24ª colocação, com 24 pontos. Os gols da partida foram marcados por Santiago el Morro García (artilheiro da Superliga com 17 tentos e por Ángel González).

Vélez Sarsfield 1 x 1 Argentinos Juniors

O empate por 1 a 1 foi péssimo para o Argentinos Juniors, que não conseguiu se classificar para a Sul-Americana de 2019. Já para o Vélez não mudou nada. O jogo aconteceu no José Amalfitani, em Buenos Aires, sem um grande futebol apresentado. El Fortín teve o apoio da torcida, mas não conseguiu sair vitorioso, terminando na 38ª posição, com 38 pontos. El Bicho Colorado perdeu a grande chance de ficar entre os 11 primeiros, figurando na 12ª colocação, com 41 pontos.

14/05 – SEGUNDA-FEIRA

Rosário Central 1 x 1 Estudiantes

Rosário Central empatou por 1 a 1, com o Estudiantes, no estádio Gigante de Arroyito, em Rosário, na província de Santa Fé. El Canalla não brigava por mais nada nesta reta final de Superliga. Os rosarinos ficaram na 20ª posição, com 32 pontos. El Pincha também não tinha chances de ir para a Sul-Americana de 2019, e acabou permanecendo na 16ª colocação, com 36 pontos.

Racing 1 x 3 Colón de Santa Fé

Que vexame! Em pleno estádio El Cilindro, na cidade de Avellaneda, o Racing perdeu para o Colón por 3 a 1, ficando de fora do G5. Ou seja, não se classificou para a Libertadores de 2019. Detalhe, a equipe celeste dependia dela mesma para garantir vaga no maior torneio de clubes da América. E nessa daí, o Colón entrou no G11 e vai para a Sul-Americana no ano que vem. O jogo começou com tudo! Com um minuto de bola rolando, o zagueiro santafesino Guillermo Ortíz fez gol contra, colocando o Racing na frente. Depois, aos oito minutos, Marcelo Estigarribia empatou, começando a reação. El Sabalero virou com o gol contra do meia Marcelo Meli e sacramentou a vitória com Javier Correa, no final do jogo. O Colón ficou na 11ª posição, com 41 pontos, e La Academia terminou fora do G5 – sem Libertadores -, na sétima colocação, com 45 pontos.

Essa foi a última partida de Lautaro Marínez na Superliga. O camisa 10 foi vendido para a Inter de Milão e deve se apresentar depois da Copa do Mundo da Rússia. Portanto, a joia do Racing não vai mais jogar o campeonato argentino por um bom tempo. Ainda não foi a despedida oficial com a camisa celeste, pois ainda tem jogos da Copa Argentina e da Libertadores em maio.

River Plate 2 x 0 San Lorenzo

River Plate venceu o clássico diante do San Lorenzo, por 2 a 0, no Monumental de Nuñez, em Bueno Aires. El Millonario fez uma reta final de Superliga surpreendente. Ao todo, encaixou sete vitórias consecutivas. O time do técnico Marcelo Gallardo conseguiu ficar na oitava colocação, com 45 pontos, garantindo vaga na Sul-Americana de 2019. Pela grandeza do River, isso é muito pouco. Mas pelo contexto desse campeonato argentino – com a recuperação no final – foi um bom resultado. O San Lorenzo já estava classificado para a Libertadores. El Ciclón ficou em terceiro lugar, com 50 pontos. Os gols da partida foram marcados por Ignacio Fernandez e Santos Boré.

Gimnasia de La Plata 2 x 0 Newell’s Old Boys

Gimnasia derrotou o Newell’s Old Boys por 2×0. A partida aconteceu no estádio Del Bosque, em La Plata, na província de Buenos Aires. Ambos os times já não brigavam por mais nada nesta reta final de Superliga. El Lobo se despediu com vitória em casa e figurando na 23ª posição, com 27 pontos. La Lepra ficou na 22ª colocação, com 27 pontos. Vale lembrar que o Newell’s foi punido pela AFA (Associação de Futebol Argentino), por atraso de pagamentos de salários, tirando três pontos.

CLASSIFICAÇÃO

The latest football info here. Now loading info from the soccer data feed.

Sobre Vitor Hugo Souza

Vitor Hugo Souza já escreveu 50 posts nesse site..

Futebol é legal. Jornalismo também. Então, faz as contas ⚽��❤ Sou Vitor Hugo Souza, jornalista formado, eterno jogador do “10 minutos ou dois gols”, e em busca da onda perfeita.Chuteiras nos gramados, jogos decisivos, golaços, dribles, time do coração, bastidores, torcida, emoção, tudo isso mexe com o imaginário. Mais do que um esporte, é futebol na veia.

Comments

comments

Vitor Hugo Souza
Futebol é legal. Jornalismo também. Então, faz as contas ⚽��❤ Sou Vitor Hugo Souza, jornalista formado, eterno jogador do “10 minutos ou dois gols”, e em busca da onda perfeita.Chuteiras nos gramados, jogos decisivos, golaços, dribles, time do coração, bastidores, torcida, emoção, tudo isso mexe com o imaginário. Mais do que um esporte, é futebol na veia.

    Artigos Relacionados

    Topo