Passaporte Rússia – Caminho polonês até a Copa

A Seleção Polaca teve a sétima melhor campanha da fase de grupos e liderou o seu, ainda tendo o artilheiro das Eliminatórias Europeias

Passaporte Rússia é mais uma coluna do Futebol na Veia que apresentará curiosidades de todas as seleções que participarão da Copa do Mundo deste ano. Este é o terceiro de sete textos sobre a Seleção Polonesa. Confira a trajetória da Seleção Polaca até a Copa.

A Seleção Polonesa foi soberana em seu Grupo E das Eliminatórias Europeias. Em 10 jogos disputados os polacos venceram oito, perderam um e empataram mais um. Lideraram seu grupo com tranquilidade, levando cinco pontos de diferença para a segunda colocada, Dinamarca, classificando-se direto para a Copa do Mundo da Rússia 2018 e, ainda melhor, pela ótima fase vivida, foram cabeça de chave da Copa e caíram no Grupo H, junto a JapãoColômbiaSenegal. São favoritos a avançar na primeira posição, mas os três times têm destaques individuais e prometem dar trabalho.

Passaporte Rússia – Caminho polonês até a Copa

Eliminatórias Europeias

Cazaquistão 2 x 2 Polônia – 04/09/2016 – 1ª rodada

A primeira “zebra” aconteceu logo na estreia. Frente ao Cazaquistão, os poloneses tiveram a primeira surpresa. Os visitantes abriu o placar logo cedo, aos 9′, com Bartosz Kapustka, completando passe de Kuba e ampliaram ainda na primeira etapa, de pênalti, com Robert Lewandowski, aos 35′. Mas a segunda etapa guardava uma grande surpresa: a reação! Aos 51, Dmitriy Shomko tocou para Sergey Khizhnichenko diminuir e ele mesmo virou, sete minutos mais tarde, graças a assistência de Maksat Bayzhanov. Mesmo fora de casa, a Polônia saiu com gosto de derrota da partida.

Polônia 3 x 2 Dinamarca – 08/10/2016 – 2ª rodada

No segundo jogo, talvez o mais difícil jogo destas eliminatórias, contra o principal adversário na luta pela primeira posição do grupo e a classificação direta: a Dinamarca. Os dinamarqueses vieram dispostos a ganhar e deram muito trabalho aos polacos. Mas os mandantes tinham o matador Lewandowski, que marcou um hat-trick, colocando os poloneses com ótima vantagem, dois no primeiro tempo, um com passe de Kamil Grosicki e o outro de pênalti, e o terceiro já na segunda etapa, aos 47′. Porém, dois minutos mais tarde e o zagueiro Glik marcou contra, diminuindo a vantagem dos donos da casa. Yurary Poulsen marcou o segundo dos visitantes aos 69′, no passe de Peter Ankersen, mas não conseguiram o empate.

Polônia 2 x 1 Armênia – 11/10/2016 – 3ª rodada

Na terceira rodada o adversário parecia mais modesto, mas a vitória foi apertada e no sufoco! A Seleção Armênia teve Gaël Andonian expulso logo aos 30 minutos de jogo, o que os obrigou armênios a se fecharem ainda mais. Os gols só saíram no segundo tempo, graças a retranca armênia que vacilou e, aos 48′, Hrayr Mkoyan marcou contra e abriu o placar para os polacos. Porém, dois minutos mais tarde e Marcos Pizzelli empatou tudo. O gol da vitória saiu dos pés dele, o camisa 9 Robert Lewandowski, nos acréscimos, aos incríveis 95 minutos.

Romênia 0 x 3 Polônia – 11/11/2016 – 4ª rodada

Já contra a Romênia, fora de casa, os poloneses não tiveram dificuldades. Kamil Grosicki abriu o marcador aos 11′, completando passe de Artur Jedrzejczyk. Os outros dois gols só saíram no final, aos 82′ (com assistência de Łukasz Teodorczyk) e 91′ (este de pênalti), ambos com Lewandowski.

Montenegro 1 x 2 Polônia – 26/03/2017 – 5ª rodada

Seleção Montenegrina foi outra a dar trabalho para os polacos. Num jogo truncado, os visitantes só abriram o placar aos 40 minutos da etapa inicial, com Lewandowski. Mas Montenegro empatou, aos 63′, com Stefan Mugosa marcando após passe de Damir Kojašević. O gol da vitória polonesa só saiu há oito minutos do fim, com Piotr Zieliński servindo o lateral Lukasz Piszczek.

Polônia 3 x 1 Romênia – 10/06/2017 – 6ª rodada

Na sexta rodada novamente a Romênia e outro show polonês. E o artilheiro você já conhece, Robert Lewandoski. Ele marcou mais um hat-trick (dois gols de pênalti), sendo um dos tentos (o segundo) com passe de Piotr Zieliński. Os visitantes só tiveram tempo de descontar aos 77′, quando Razvan Marin serviu Bogdan Stancu.

Dinamarca 4 x 0 Polônia – 01/09/2017 – 7ª rodada

Na sétima rodada o tão aguardado reencontro chegou. As duas melhores seleções frente e a frente. A primeira partida Lewandowski brilhou, marcando os três gols do jogo. Só que, desta vez, os dinamarqueses estavam jogando em casa e com um espírito de vingança. E foi assim que aconteceu. Sofreram uma sonora goleada por 4 x 0, fazendo os mandantes se orgulharem do apelido de Dinamáquina. O meia do Tottenham Christian Eriksen foi o nome do jogo com um gol e duas assistências. Uma delas para Thomas Delaney abrir o placar e o outro para Andreas CorneliusNicolai Jørgensen fez o terceiro aos 59′ e Eriksen fechou a goleada aos 79′, completando passe de Stryger Larsen. E a Polônia? 11 chutes e um apenas em direção ao gol.

Polônia 3 x 0 Cazaquistão – 04/09/2017 – 8ª rodada

No segundo encontro com o Cazaquistão, a “vingança” apareceu. 3 x 0 com tranquilidade. Maciej Makuszewski tocou para Arkadiusz Milik abrir o placar aos 11′. No segundo tempo, Piotr Zieliński serviu o zagueiro Kamil Glik para fazer o segundo e Lewandowski fechou, de pênalti, aos 86′.

Armênia 1 x 6 Polônia – 05/10/2017 – 9ª rodada

Na penúltima rodada, bateram a Armênia, fora de casa, por 1 x 6, mais uma goleada. O passeio começou cedo, com Lukasz Piszczek dando assistência para Kamil Grosicki fazer o primeiro. Aos 18′ foi a vez de Lewandowski ampliar a vantagem. Grosicki deu uma de garçom e rolou para o camisa 9 fazer o terceiro e o segundo dele no jogo. É quando o famoso jogador do Arsenal Henrikh Mkhitaryan toca para Hambardzumyan, aos 39′, diminuir para os donos da casa. Na etapa final, Piszczek tocou para Kuba fazer o quarto dos visitantes. Grosicki tabelou novamente com Lewandowski que fez mais um hat-trick nas Eliminatórias e o quinto da Polônia. E Rafal Wolski saiu do banco para fazer o sexto dos polacos e fechar o massacre aos 89′.

Polônia 4 x 2 Montenegro – 08/10/2017 – 10ª rodada

E para fechar a primeira fase e comemorar a classificação antecipada, os poloneses meteram mais uma goleada. A vítima da vez foram os montenegrinos, que complicaram na primeira partida. Piotr Zieliński serviu Krzysztof Maczynski aos seis minutos para abrir o placar. Lewandowski saiu da zona de conforto e deu uma assistência para Kamil Grosicki marcar o segundo gol aos 16′. Nas segunda etapa, Stefan Mugosa diminuiu para os visitantes no passe de Nemanja Mijuskovic, aos 78′. Cinco minutos mais tarde e a seleção montenegrina empata a partida, com Zarko Tomasevic recebendo passe de Fatos Beqiraj. Mal deu tempo de comemorar, pois, dois minutos mais tarde e Lewandowski resolveu tudo, de novo, e colocou a vitória nas mãos dos polacos, selada aos 87′, com Filip Stojkovic marcando contra.

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 464 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia.Sou Eric Filardi, paulistano de 24 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.

Comments

comments

Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia.Sou Eric Filardi, paulistano de 24 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo