Maracanã será a casa do Flamengo até 2020

Acordo traz condições mais favoráveis ao Fla e prevê no mínimo 25 jogos por ano no estádio
Maracana Flamengo

O Flamengo aprovou, na noite desta segunda-feira (11), o novo acordo com o Maracanã até o fim de 2020. Em reunião no Conselho Deliberativo, na Gávea, a maioria concordou com os termos estabelecidas no contrato, que tem duração e dois anos e meio. A parceria prevê pelo menos 25 jogos por ano no estádio, incluindo todos os clássicos nacionais e estaduais, as partidas da Libertadores e competições de mata-mata a partir das quartas de final.

“Este novo contrato vai permitir que o Flamengo jogue no campo que sempre foi considerado como a casa da nossa torcida, em condições muito mais favoráveis do que as atuais”, afirma o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, que não descarta a possibilidade de assumir o Maracanã de forma definitiva quando o novo marco regulatório estiver definido.

Diferente do que era previsto, o acordo não será até o fim de 2022. A diretoria do clube propôs essa alternativa, até o fim de 2020, e teve 124 conselheiros ao seu favor, contra 110 que preferiam o acordo anterior. O contrato estabelece para o Flamengo o pagamento de 15% da renda bruta pelo aluguel, com o teto de R$ 700 mil por jogo, e o mínimo de R$ 200 mil. Nesse caso, para os jogos de menor apelo, o clube pagará R$ 120 mil.

O restante será de responsabilidade da Esportecom, que em troca poderá explorar as áreas publicitárias e camarotes. Intermediária do contrato, a empresa se comprometeu a pagar R$ 80 mil fixo por jogo. Sendo assim, o custo mínimo do time carioca seria reduzido para R$ 120 mil por partida. A Esportecom segue no acordo, mas seu nome não consta no contrato que será votado nesta noite.

Segundo o Flamengo, o novo acordo proporcionará maior liberdade para o clube dar a sua cara ao estádio. Uma das novidades é a possível reforma dos setores Norte e Sul, que ficam atrás dos gols. A possibilidade é tratada abertamente pelo CEO do Flamengo, Bruno Spindel. “Estamos muito mais evoluídos na nossa relação com o Maracanã, e nosso pensamento é de dar ao nosso torcedor um estádio com a cara do Flamengo”, declarou, revelando que “há uma convergência que permite o acordo” de retirar assentos.

Em caso de rompimento do contrato unilateralmente, uma multa no valor de R$ 6 milhões deverá ser paga. No entanto, em caso de nova licitação ou concessão do estádio, o rubro-negro não precisará arcar em caso de rompimento, uma vez que administrar o Maracanã é o principal objetivo do clube.

Úrsula Gomes

Sobre Úrsula Gomes

Úrsula Gomes já escreveu 19 posts nesse site..

Estudante de jornalismo, 20 anos, moradora da terra onde nasceu o América, e apaixonada por futebol. A paixão pelo futebol fez florescer a vontade de atuar no jornalismo. Falar sobre o esporte mais popular do mundo é vibrar como se estivesse dentro de campo, e trazer essa sensação pro texto. #DeixaElaTrabalhar

Please follow and like us:
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram

Comments

comments

Úrsula Gomes
Úrsula Gomes
Estudante de jornalismo, 20 anos, moradora da terra onde nasceu o América, e apaixonada por futebol. A paixão pelo futebol fez florescer a vontade de atuar no jornalismo. Falar sobre o esporte mais popular do mundo é vibrar como se estivesse dentro de campo, e trazer essa sensação pro texto. #DeixaElaTrabalhar

Artigos Relacionados

Topo