Lucas Lentini: o brasileiro que vê em Portugal o sonho de jogar futebol

Em entrevista ao Futebol na Veia, atacante conta trajetória para tornar-se jogador profissional fora do país

Todo garoto sonha em se tornar jogador de futebol, iniciar a carreira em um grande clube e, consequentemente, ir jogar na Europa. Esse é um dos sonhos da garotada de hoje em dia. Na contramão disso, um brasileiro resolveu largar tudo o que fazia no Brasil para tentar o sonho de ser jogador de futebol lá na “Terrinha”. Conheça Lucas Lentini, o atacante brasileiro e sonhador.

Aos 23 anos, Lucas havia desistido do futebol, algo que o deixou chateado, pois era o esporte que mais amava em toda a sua vida. O brasileiro havia jogado em pequenos clubes do Espírito Santo, como a Desportiva Capixaba e o extinto Conilon. Como o esporte não estava lhe dando frutos, resolveu parar e iniciar na faculdade de Fisioterapia, em Minas Gerais. Foi quando um amigo resolveu mudar-se para Portugal para tentar a carreira na Educação Física. Lucas viu a oportunidade de tentar novamente a carreira do futebol.

“Vi a chance da minha vida, então resolvi arriscar e ir para Portugal, trabalhei durante um tempo para conseguir o dinheiro para viajar, foi então que consegui o dinheiro e me mudei de país, de continente”

Ao chegar em Portugal, Lucas iniciou o trabalho em um bar do país, foi então que aconteceu algo que mudou a sua vida. Ao preparar um drink para um casal, o brasileiro foi elogiado pelos dois e perguntado o porque de ele estar no país, qual seria o objetivo dele. Foi então que disse que veio justamente para tentar a carreira como jogador de futebol. Uma semana depois, o mesmo homem que havia ido ao bar retornou e disse a Lucas que havia conseguido marcar um teste para ele no Atlético Clube de Portugal, um tradicional clube do país.

(Arquivo Pessoal)

“Quando disse ao casal que meu sonho era ser jogador de futebol, o homem sorriu e disse que iria me ajudar se pudesse, foi então que na semana seguinte ele veio com a notícia que me deixou muito feliz e animado, porque iria ter novamente uma chance de mostrar meu futebol”

Ao realizar o teste em fevereiro de 2017, o brasileiro havia se destacado, conseguiu a aprovação do treinador, e ficou treinando na equipe até junho do mesmo ano,  quando o tome conseguiu dois vices-campeonatos. Com isso, conseguiram  investimentos e mandaram toda a equipe técnica embora, consequentemente, Lucas também.

Mesmo com a demissão, o jogador resolveu não desistir e foi atrás de testes. Por força de vontade, conseguiu passar e atualmente joga em um clube pequeno de Lisboa. Mesmo jogando em um clube  sem expressão nacional, conseguem ser bem vistos por empresários e investidores do futebol.

O OUTRO LADO

Hoje, Lucas luta para se destacar e ser bem visto por empresários de clubes grandes, porque onde atua, por ser pequeno, não existe renda. Sendo assim, pode-se dizer que o atacante atua sem receber um centavo para jogar. Por isso, trabalha paralelamente de pintor. Mas Lucas ainda luta para sua vida mudar e sonha em tornar-se jogador profissional e atuar por um grande clube.

Perguntado pelo clube que mais sonha jogar em Portugal, o brasileiro foi firme em afirma que o Sporting de Lisboa é a grande meta profissional e um dia pretende chegar lá, mas, para isso acontecer, o jogador sabe que não deve desistir nunca de tentar e de treinar.

Raphael Almeida

Sobre Raphael Almeida

Raphael Almeida já escreveu 163 posts nesse site..

Raphael Almeida, jornalista 28 anos, apaixonado por futebol, tenho como sonho ser repórter de campo, desde pequeno frequento a várzea de futebol, vendo meu pai jogar. Ali vi que minha vontade era de falar sobre esse esporte, frequentador das arquibancadas do maior palco de futebol paulista. Sou torcedor, mas acima de tudo sou esportista!

Please follow and like us:
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram

Comments

comments

Raphael Almeida
Raphael Almeida
Raphael Almeida, jornalista 28 anos, apaixonado por futebol, tenho como sonho ser repórter de campo, desde pequeno frequento a várzea de futebol, vendo meu pai jogar. Ali vi que minha vontade era de falar sobre esse esporte, frequentador das arquibancadas do maior palco de futebol paulista. Sou torcedor, mas acima de tudo sou esportista!

Artigos Relacionados

Topo