Liverpool força venda de Mario Balotelli ao futebol chinês ou turco

Atacante italiano não está mais nos planos do clube inglês. Visando um respiro nos cofres, a diretoria dos Reds não esconde que errou na contratação do jogador em 2014.

O clube investiu 16 milhões de libras junto com o Milan, mas o retorno foi fraco. Em 28 jogos, o italiano marcou apenas quatro gols.

Balotelli está emprestado ao Milan, e sua situação é parecida com a que Pato passou durante o empréstimo do Corinthians para o São Paulo entre 2014 e 2015. O atacante tem contrato assinado com o Liverpool ate 2017, mas não continua nos planos de Jürgen Klopp.

A cobiça do time inglês não para por ai, além da venda do italiano, o clube também está em busca de dinheiro asiático para fechar um contrato de Naming Rights voltado para o setor de arquibancadas do Anfield Road.

Sobre Carolina Keyko

Carolina Keyko já escreveu 53 posts nesse site..

Sou Carolina Keyko Rodrigues, 21 anos, estudante de jornalismo, apaixonada por esportes, música, teatro, gastronomia e fotografia. Já trabalhei como estagiária para a Arquidiocese de São Paulo como gestora de mídias sociais, Estagiária para os Doutores da Web com SEO.Gosto de áreas que me desafiem a escrever, como o futebol, que esta em constantes mudanças, costumo assistir os jogos do Santos com a fanática da minha irmã e acompanho meu pai nos jogos da portuguesa, pois é, faz parte.Gostaria de poder escrever para o Futebol na Veia, para ir além do aprendizado comum, para não perder a mão e para ampliar minhas fronteiras

Please follow and like us:
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram

Comments

comments

Carolina Keyko
Sou Carolina Keyko Rodrigues, 21 anos, estudante de jornalismo, apaixonada por esportes, música, teatro, gastronomia e fotografia. Já trabalhei como estagiária para a Arquidiocese de São Paulo como gestora de mídias sociais, Estagiária para os Doutores da Web com SEO.Gosto de áreas que me desafiem a escrever, como o futebol, que esta em constantes mudanças, costumo assistir os jogos do Santos com a fanática da minha irmã e acompanho meu pai nos jogos da portuguesa, pois é, faz parte.Gostaria de poder escrever para o Futebol na Veia, para ir além do aprendizado comum, para não perder a mão e para ampliar minhas fronteiras

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Topo