Grêmio perde para o Estudiantes e se complica nas Oitavas da Libertadores

Tricolor gaúcho chegou a diminuir o placar, gol que ainda mantém viva as esperanças de uma classificação no segundo jogo
Grêmio para o Estudiantes e se complica nas Oitavas da Libertadores

O Grêmio foi o primeiro time brasileiro a entrar em campo pela Copa Libertadores, o tricolor gaúcho viajou até a Argentina, nessa noite de terça-feira, pelas oitavas da competição continental, para enfrentar o Estudiantes de la Plata, o jogo foi realizado no estádio Centenario da Ciudad de Quilmes, já que o estádio do mandante esta em reforma. Os brasileiros começaram bem, mas caíram de rendimento e acabaram voltando para casa com uma derrota por 2 x 1.

1º Tempo

O jogo começou a todo vapor, e logo aos sete minutos, Maicon faz lindo lançamento de antes do meio campo para André,  a zaga tentou cortar e ela sobrou livre, o camisa 18 gremista chutou mas a bola passou pela direita do goleiro. No minuto seguinte  a equipe da casa conseguiu abrir o marcador, em tentativa de saída de bola rápida, o Grêmio perde a bola, e Apaolaza vira bem para o lado de dentro de campo e chuta colocado com a perna direita, sem chances para Marcelo Grohe.

Aos 13 minutos, em cobrança de escanteio, Cícero cabeceou para o gol, mas em cima do goleiro Andújar que defende sem problemas. Aos 37 minutos de jogo a equipe da casa ampliou o marcador, em cobrança de escanteio pelo lado direito, Campi sobe mais alto que a marcação gremista e cabeceia no canto esquerdo, tirando as chances de defesa do goleiro brasileiro.

O tricolor gaúcho diminuiu aos 43 minutos, Luan cobra escanteio da esquerda, André cabeceia para boa defesa do goleiro, na sobra  Kannemann cabeceou novamente para diminuir o marcador na argentina e o placar do primeiro tempo termina com a vitória dos donos da casa por 2 x 1.

Kannemann comemora gol que ainda dá chances de classificação aos gaúchos (Reprodução/Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

2º Tempo

Como aconteceu na primeira etapa, o Grêmio começou atracando e aos três minutos, Luan toca para André pela esquerda, o atacante avança, corta o marcador e chuta com a perna direita, a bola passa tirando tinta do pé da trave direita do gol argentino. Aos 25 minutos, em uma bola sobrada na área, Cícero chuta, mas pega muito mal e fraco na bola, para tranquila defesa do goleiro. Dois minutos depois, Marinho que tinha acabado de entrar no jogo levantou na área, Jael que também entrou na segunda etapa cabeceou em cima do goleiro.

Aos 29 minutos, em bola cruzada na área, Pellegrini pega de primeira mas meio desequilibrado, para fácil defesa de Marcelo Grohe. O Estudiantes ainda teve um jogador expulso aos 31 minutos, Zuqui dá carrinho em tentativa de pegar a bola, porém acerta o jogador gremista, o camisa cinco levou o segundo amarelo e foi para o chuveiro mais cedo.

Precisando marcar o gol,  e mesmo com um jogador a mais, a equipe de Renato Portallupi se lançou ao ataque, mas as investidas não tiveram efeito e aos 49 minutos de jogo, o arbitro paraguaio termina a partida e sacramenta a vitória dos argentinos.

Jogadores do Estudiantes vibrando com a vitória (Reprodução/Javier Gonzalez Toledo)

E AGORA?

Apesar da derrota, o gol marcado por Kannemann colocou os gremistas na disputa, no jogo de volta uma vitória simples por 1 x 0 coloca o Grêmio nas quartas de finais da Copa Libertadores.  O jogo de volta será no dia 28 de Agosto, na Arena Grêmio, às 21h45.

Melhores momentos

Sobre Raphael Almeida

Raphael Almeida já escreveu 47 posts nesse site..

Raphael Almeida, jornalista 28 anos, apaixonado por futebol, tricolor paulista é minha vida. Se o assunto é futebol, pode me chamar iremos ter um papo legal. Paulistano da terra da garoa, um cara que sempre ajuda quem precisa, mas não vacila.

Please follow and like us:
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram

Comments

comments

Raphael Almeida
Raphael Almeida, jornalista 28 anos, apaixonado por futebol, tricolor paulista é minha vida. Se o assunto é futebol, pode me chamar iremos ter um papo legal. Paulistano da terra da garoa, um cara que sempre ajuda quem precisa, mas não vacila.

Artigos Relacionados

Topo