Durante os cinco anos de aposentadoria, o Fenômeno mostra suas multifaces

A versatilidade de Ronaldo fora de campo impressiona não só os fãs do futebol, também abala o mundo do pôquer e ate mesmo a política.

Em 14 de fevereiro de 2011, um dos maiores jogadores pendurou as chuteiras, no futebol profissional. Ronaldo tomou essa decisão dias após a derrota do Corinthians para o Tolima na pré-Libertadores. O futebol pode ter perdido um astro, mas a imprensa ganhou um, pois o Brasil e o mundo continuam ouvindo falar muito do Fenômeno. A atividade do craque tem sido intensa depois da aposentadoria, em diferentes funções e áreas.

A face dos negócios:

Também em 2011, o ex-atacante fundou a 9ine Sports and Entertainment, uma empresa de marketing esportivo e entretenimento que agencia carreiras de atletas como Neymar, Paulo Henrique Ganso no futebol, no ringue com Vítor Belfort e Anderson Silva, e no ramo artístico, Paolla Oliveira e Alexandre Nero. Em paralelo, Ronaldo, em parceria com outros três empresários brasileiros, é dono do Fort Lauderdale Strikes, time que disputa a NASL (North American Soccer League), a segunda divisão do futebol norte americana.

A face “ás” na manga

Uma das paixões do astro do Real Madri, Cristiano Ronaldo, é o pôquer, também compartilhada pelo Fenômeno. Depois que se aposentou do futebol profissional, o ex-jogador se dedica mais ao prazer do jogo, chegando a disputar campeonatos ao redor do mundo. Além disso, ele o embaixador da empresa PokerStars – a primeira opção de pôquer online para os maiores profissionais do mundo – no Brasil.

A face baladeira – Organizador de Eventos

Ainda em 2011, Ronaldo foi anunciado por Ricardo Teixeira, então presidente da CBF, como parte do Comitê Organizador Local da Copa do Mundo de 2014. Porém, o cargo lhe trouxe problemas, onde sua ligação com o ex-dirigente foi posta em pauta. Acusado de corrupção, e o fato de ter apoiado o candidato Aécio Neves na eleição presidencial de 2014, depois de ter trabalhado com o governo Dilma Rousseff, mostram mais uma de suas faces.

As duas faces

Ronaldo foi um adepto da candidatura de Aécio Neves à presidência do Brasil em 2014. Durante a campanha, o craque deu as caras em várias solenidades ao lado do candidato do PSDB, usufruindo das redes sociais, pedindo voto aos eleitores que o seguem, a fim de disparar os votos para o candidato. Sua tática funcionou em partes, já que a presidente ganhou a reeleição com uma diferença mínima.

Com a boca no microfone é a ultima face do ex-jogador

Outro ramo em que se aventurou está relacionado com a televisão, mais especificamente nas transmissões de futebol. Convidado pela Rede Globo, para ser comentarista, apontou falhas e evoluções nos jogos da Seleção Brasileira na Copa das Confederações em 2013, na Copa do Mundo em 2014 e na Copa América de 2015.

Fontes: Intelipoker / Globo / Gazetanews / @ILFEN0MEN0

Sobre Carolina Keyko

Carolina Keyko já escreveu 53 posts nesse site..

Sou Carolina Keyko Rodrigues, 21 anos, estudante de jornalismo, apaixonada por esportes, música, teatro, gastronomia e fotografia. Já trabalhei como estagiária para a Arquidiocese de São Paulo como gestora de mídias sociais, Estagiária para os Doutores da Web com SEO.Gosto de áreas que me desafiem a escrever, como o futebol, que esta em constantes mudanças, costumo assistir os jogos do Santos com a fanática da minha irmã e acompanho meu pai nos jogos da portuguesa, pois é, faz parte.Gostaria de poder escrever para o Futebol na Veia, para ir além do aprendizado comum, para não perder a mão e para ampliar minhas fronteiras

Carolina Keyko
Sou Carolina Keyko Rodrigues, 21 anos, estudante de jornalismo, apaixonada por esportes, música, teatro, gastronomia e fotografia. Já trabalhei como estagiária para a Arquidiocese de São Paulo como gestora de mídias sociais, Estagiária para os Doutores da Web com SEO.Gosto de áreas que me desafiem a escrever, como o futebol, que esta em constantes mudanças, costumo assistir os jogos do Santos com a fanática da minha irmã e acompanho meu pai nos jogos da portuguesa, pois é, faz parte.Gostaria de poder escrever para o Futebol na Veia, para ir além do aprendizado comum, para não perder a mão e para ampliar minhas fronteiras

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Topo