Com polêmica, Peru derrota o Uruguai na estreia do Sul-Americano Sub-20

Gol no início do segundo tempo, foi o único da partida
Com polêmica, Peru derrota o Uruguai na estreia do Sul-Americano Sub-20

Em Talca, no Chile, Peru e Uruguai se encontraram no Estádio Fiscal de Talca, em jogo válido pelo Grupo B da competição, o mesmo da Argentina. Com muitos duelos físicos, um erro da arbitragem foi determinante para que o placar mínimo fosse construído. Ao final das contas, melhor para os Incas, que não tiveram nada a ver com isso, já que foram mais eficientes, mesmo com poucas chances de gol, contra o goleiro uruguaio.

1º Tempo

Os primeiros passos da partida, foram ditados pela equipe do Uruguai, que fez uma pressão agressiva no campo de ataque. Enquanto a Celeste tentava com chutes de média a longa distância, os Incas tentavam através das bolas lançadas na área, mas sem sucesso. A melhor chance do primeiro tempo foi justamente do Peru, que em uma cobrança de falta dos pés de Tavara, acertou o travessão rival. Assim, o placar permaneceu em 0 x 0.

2º Tempo

O Uruguai continuava a arriscar de fora da área, mas a maioria dos 30 chutes tentados durante todo o jogo, não atingiram o alvo. Até que aos seis minutos, López fez linda jogada pela direita, passou pelo marcador e caiu fora da área, porém o árbitro marcou pênalti para os peruanos. Nicolás Schiappacasse, o camisa 10, foi para a cobrança e deslocou o goleiro para abrir o placar.

Após o gol, o Uruguai aumentou a pressão, mas quando o time não jogava para fora, Franco, dono da meta peruana, estava lá para impedir os gols. Assim, o placar foi o mínimo, mas o o bastante para o Peru garantir três pontos na competição.

E Agora?

Pontuando na primeira rodada do grupo B, o time vermelho e branco folga na segunda e só volta a campo contra o Paraguai, na próxima terça-feira (22). Já os azuis, já disputam sua próxima partida no domingo (20), enfrentando o Equador.

Sobre Ruan Silva

Ruan Silva já escreveu 540 posts nesse site..

Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Artigos Relacionados

Topo