Atlético-PR x Fluminense – Times brasileiros por uma vaga na final da Copa Sul-Americana 2018

Furacão e tricolor carioca se enfrentam pela primeira vez na competição, que acontece em Curitiba pelo jogo de ida nesta quarta-feira

A partir das 21h45 (horário de Brasília) desta quarta-feira (7), acontece o primeiro confronto da semifinal da Copa Sul-Americana 2018 entre Atlético-PR e Fluminense. A Arena da Baixada, em Curitiba, será palco do jogo de ida em que será disputada uma vaga à final da competição.

Esta é a primeira vez que as equipes se enfrentam em uma partida continental, sendo o retrospecto entre elas apenas pela Série A do Brasileirão. Porém, não é estreia por uma vaga à final: 17 anos atrás, Furacão derrotou o tricolor carioca por 3 x 2 e seguiu rumo à última disputa pela Taça do Campeonato Brasileiro de 2001, que na época era mata-mata de um jogo só.

A equipe de arbitragem é formada por um trio de equatorianos: Roddy Zambrano é o responsável por apitar a partida, com auxílio de Christian Lescano e Byron Romero. Além deles, Mauro Vigliano, Patricio Loustau e Hernan Maidana, argentinos, são os encarregados do VAR.

ATLÉTICO-PR

A vitória em cima do Bahia nas quartas de final semana passada, concedeu ao time rubro-negro sua segunda participação em uma semifinal da CONMEBOL Sul-Americana. O foco da equipe de Tiago Nunes é total para levar este triunfo, e, sabendo que gol marcado fora de casa é critério de desempate nesta competição, a intenção é terminar a partida, de preferência, sem levar gols.

O zagueiro Léo Pereira espera fazer uma boa partida neste primeiro confronto contra o Fluminense, em casa, e demonstra sua satisfação de ter chegado à esta fase: “Desde que cheguei ao Atlético, tenho almejado entrar para a história do Clube. Tenho essa oportunidade agora. Estou feliz e espero dar esse título para a torcida e para o Clube.”

No último domingo (4), pela 32ª rodada do Brasileirão, o técnico optou por poupar seus os titulares para garantir o melhor resultado contra a equipe carioca, mas tem dúvida quanto à dupla de volantes com Bruno Guimarães, se Wellington ou Lucho.

Provável Escalação: Weverton; Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio (Matheus Rossetto), Hernani e Pablo; Walter (Vinícius), Giovanny (Yago) e André Lima. Técnico: Tiago Nunes.

FLUMINENSE

Se por um lado a situação não anda bem para os cariocas no Brasileirão, por outro acreditam que podem se destacar na semifinal da Sul-Americana com o melhor resultado e concretizar o sonho de levar o título. O lateral-direito Leo reconhece que equipe adversária vive uma boa fase e com bons jogadores, e projeta uma partida acirrada fora de casa:
“Temos que jogar com inteligência. Eles vão querer pressionar desde o primeiro minuto, ir para cima. Temos que ter tranquilidade e inteligência para sair de lá com um bom resultado. Sabemos que é um jogo complicado e o importante é que estamos concentrados, focados para fazer um bom jogo.”

Após perder de 1 x 0 no clássico contra o Vasco no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro, o Flu está totalmente focado para a partida de amanhã. Foram feitas duas mudanças após desfalque de Pedro, lesionado, e João Vitor, na equipe sub-20, pelo atacante Cabezas e o lateral-direito Igor Julião, respectivamente.

Provável Escalação: Diego Cavalieri, Wellington Silva, Gum, Henrique e William Matheus; Douglas, Cícero e Marcos Júnior; Maranhão, Samuel e Richarlison. Técnico: Marcelo de Oliveira.

RETROSPECTO

Esta é a primeira vez na história que as equipes brasileiras se enfrentam pela Copa Sul-Americana. Mas em relação a confrontos no geral, Atlético-PR e Fluminense já se encontraram cinco vezes e todas pela Série A do Campeonato Brasileiro: foram dois empates pelo placar de 1 x 1, duas vitórias para o rubro-negro e uma para o tricolor carioca.

Beatriz do Vale

Sobre Beatriz do Vale

Beatriz do Vale já escreveu 121 posts nesse site..

Comunicativa desde pequena, graduada em Rádio e TV e também em Jornalismo pela FIAM, e pós-graduada pela Cásper Líbero.Tudo o que envolva pesquisa, escrita, locução, entrevista e criação, busco me aprimorar e fazer o melhor. Futebol na Veia surgiu sem qualquer pretensão e, hoje, me proporciona uma verdadeira imersão neste mundo esportivo, com ensinamentos pessoais e profissionais a cada dia.Sou paulistana, 30 anos, não sou parente do Luciano, mas vai que...

Please follow and like us:
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram

Comments

comments

Beatriz do Vale
Beatriz do Vale
Comunicativa desde pequena, graduada em Rádio e TV e também em Jornalismo pela FIAM, e pós-graduada pela Cásper Líbero.Tudo o que envolva pesquisa, escrita, locução, entrevista e criação, busco me aprimorar e fazer o melhor. Futebol na Veia surgiu sem qualquer pretensão e, hoje, me proporciona uma verdadeira imersão neste mundo esportivo, com ensinamentos pessoais e profissionais a cada dia.Sou paulistana, 30 anos, não sou parente do Luciano, mas vai que...

Artigos Relacionados

Topo