Análise UEFA Champions League – Grupo E

Bayern de Munique desponta como favorito, mas os outros três querem fazer frente aos alemães
Análise UEFA Champions League - Grupo E

A principal competição entre clubes do mundo está prestes a começar. Mas antes da bola rolar, a Champions League teve os seus grupos formados no dia 30 de agosto. O Futebol na Veia traz as análises de todos os grupos da competição, o Grupo E. A chave traz um time com grande favoritismo, dois brigando para ser a segunda força e o último tenta aprontar em cima dos rivais. Conheça a fundo os times da quinta chave da maior competição de clubes do mundo.

Grupo E – UEFA Champions League

AEK Athenas

Os gregos chegam com status de campeão em seu quintal para tentar surpreender. Dentre os quatro times da chave é o mais fraco, mas o que não vai faltar é vontade. O time veio da fase eliminatória que antecede os grupos, eliminando Celtic-ESC (3 x 2, agregado) e Mol Vidi-HUN (3 x 2). No campeonato grego, o time é o terceiro colocado atual, com dois jogos disputados com vitórias.

Para a Champions League, o time se reforçou bastante, trazendo jogadores que eram pouco utilizados em clubes de médio e grande porte na Europa. Destaque para o atacante argentino Ezequiel Ponce e para o croata Marko Livaja. Os dois começaram muito bem a temporada e cada um já balançou as redes adversárias em pelo menos uma oportunidade. Outra relevante chegada, é a do brasileiro Alef vindo do Braga-POR, e que você conheceu um pouco mais da carreira, aqui no Futebol na Veia.

Ajax

Um dos times mais jovens da competição, com média de 23 anos vai em busca do segundo título do torneio continental. No papel é a terceira força do grupo, mas promete brigar ponto a ponto com os rivais sorteados. Na temporada passada, deixou escapar o título holandês para o seu maior rival, o PSV, fato que ocorre da mesma maneira na temporada atual. O time é o segundo colocado atualmente com dez pontos, dois a menos do que os Camponeses.

Para 2018/2019, o clube ainda mantém as esperanças no Brasil, representado por David Neres e que vem fazendo um grande papel desde a sua chegada na temporada passada. Das contratações atuais, vale mencionar o versátil zagueiro Blind, que pode atuar ainda como lateral-esquerdo e até como volante. A esperança de gols, fica por conta de Huntelaar, de 35 anos.

Bayern de Munique

O grande “bicho-papão” do grupo, novamente vem caminhando a passos largos na Bundesliga desse ano. Com duas vitórias em dois jogos até aqui, o time já é líder do campeonato e ainda almeja mais do que o título local. O foco, com certeza, é não ter dificuldades para passar de fase, assim como na temporada anterior, onde trocou derrotas com o PSG, fazendo os dois terminarem empatados, mas os alemães na segunda posição, pelo critério do gol qualificado.

O elenco com média de idade de 27 anos, traz consigo não só a experiência, mas também um conceito de jogo sólido, pela permanência dos principais jogadores. Lewandowski e Muller tem o faro de gol necessário, Ribery e Robben a arma letal dos chutes de longa distância, Thiago e James Rodrigues a classe no meio-campo, e são todos seguros com Manuel Neuer um dos maiores goleiros do mundo na atualidade. Das chegadas, Goretzka é a principal delas. O meia chegou a custo zero, pois o contrato com o Schalke 04 já havia expirado.

https://twitter.com/FCBayern/status/1039135175379234816

Benfica

Fechando o quarteto do Grupo E, temos os portugueses, que chegaram até aqui após passarem pelas eliminatórias da Champions. Nas fases anteriores, eliminou Fenerbahçe-TUR (2 x 1, agregado) e PAOK-GRE (5 x 2, agregado). Na Liga NOS, o time foi o vice-campeão da temporada passada, sete pontos atrás do Porto. Mas na atual, o time é líder com dez pontos, empatado com Braga e Sporting, porém vence nos critérios de desempate.

Os Encarnados foram ao mercado com frequência e trouxe alguns nomes que podem ser importantes para a toda a temporada. Os principais vieram do ataque, com o Facundo Ferreyra, argentino que chegou do Shaktar Donetsk-UCR e Nicolás Castillo jovem promessa chilena, que veio do Pumas-MEX. O brasileiro Jonas ainda segue como principal esperança de gols, já o experiente zagueiro Luisão, não tem tido bons momentos no clube, sendo até mesmo rejeitado pelo técnico Rui Vitória.

Em tempo

Ao contrário dos grupos anteriores, o Grupo E da Champions League terá seu início no dia 19 de setembro (quarta-feira), no horário das 14h (Brasília). O Ajax recebe o AEK na Johan Cruijff Arena, já o Benfica enfrenta o Bayern de Munique no Estádio da Luz.

Outros grupos

Análise UEFA Champions League – Grupo A

Análise UEFA Champions League – Grupo B

Análise UEFA Champions League – Grupo C

Análise UEFA Champions League – Grupo D

Ruan Silva

Sobre Ruan Silva

Ruan Silva já escreveu 411 posts nesse site..

Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Please follow and like us:
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram

Comments

comments

Ruan Silva
Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Artigos Relacionados

Topo