América-MG x Chapecoence – A corrida contra a degola já começou

Em horário ingrato, mineiros e catarinenses se enfrentam tentando se afastar da zona de rebaixamento

O jogo desta tarde entre América-MG e Chapecoense teria como destaque a briga das equipe por uma subida na tabela e o afastamento da zona de rebaixamento. Mas, o assunto principal antes do jogo, que tem incomodado os clubes, principalmente os donos da casa, é o horário. A partida acontecerá às 16h (de Brasília), em plena quarta-feira, no Independência, em Belo Horizonte. A partida é a última antes da parada para a Copa do Mundo 2018.

América-MG

O América precisa se recuperar, pois chega para o duelo com duas derrotas seguidas, para Atlético-MG e Grêmio, respectivamente. Até o momento são 13 pontos na 13ª posição. O Coelho não poderá contar com Aderlan e Giovanni, ambos suspensos. Além disso, João Ricardo, Lima, Carlinhos, Luan e Matheusinho, estão no departamento médico e desfalcam o time. O clube fez uma promoção no valor dos ingressos, entendendo o horário ruim marcado pela CBF e pediu apoio e compreensão da torcida.

Provável: Jori, Aderlan, Messias, Matheus Ferraz, Giovanni ,Christian, Juninho, Ademir (Marquinhos), Serginho e Gerson Magrão, Aylon. Técnico: Enderson Moreira

A torcida do América será fator fundamental para a partida de logo mais (Reprodução/Twitter América)

Chapecoense

Pelo lado da Chape, o jogo tem o mesmo objetivo. Vencendo o rival, o clube termina essa primeira fase do Brasileirão em boa situação e longe da zona da degola. Atualmente, na tabela de classificação o clube ocupa a 14ª colocação, também com 13 pontos. No último fim de semana, a equipe venceu bem o Cruzeiro, na Arena Condá. A Chapecoense chega em Belo Horizonte sem o lateral-direito Apodi, que não viajou com o time. O atleta recebeu propostas para deixar a equipe catarinense.

A Chapecoense treinou no CT do Cruzeiro para a partida contra o América (Reprodução/Twitter Chapecoense)

Provável: Jandrei; Eduardo, Rafael Thyere, Douglas, Bruno Pacheco; Elicarlos, Márcio Araújo, Canteros; Arthur, Leandro Pereira e Wellington Paulista. Técnico: Gilson Kleina

Retrospecto

As duas equipes se enfrentaram apenas quatro vezes na história e para o torcedor do América, esses jogos não trazem boas lembranças. A Chape venceu em três ocasiões e empatou uma vez, essa igualdade aconteceu justamente na Arena Independência.

Guilherme Bonissate

Sobre Guilherme Bonissate

Guilherme Bonissate já escreveu 17 posts nesse site..

Jornalista desde 2008. Mineiro, natural de Ubá/MG. Botafoguense, apaixonado por esportes especialmente o futebol.Iniciou no jornalismo em jornal impresso, como estagiário. Passou por agência de publicidade, assessoria de comunicação e editora especializada.Na área esportiva atuou como colunista de site e revistas na cidade de Ubá. Foi repórter e apresentador no programa Resenha Uai, na Web TV Uai.Atualmente trabalha na TV Integração, afiliada Globo em Juiz de Fora/MG.

Please follow and like us:
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
Instagram

Comments

comments

Guilherme Bonissate
Guilherme Bonissate
Jornalista desde 2008. Mineiro, natural de Ubá/MG. Botafoguense, apaixonado por esportes especialmente o futebol.Iniciou no jornalismo em jornal impresso, como estagiário. Passou por agência de publicidade, assessoria de comunicação e editora especializada.Na área esportiva atuou como colunista de site e revistas na cidade de Ubá. Foi repórter e apresentador no programa Resenha Uai, na Web TV Uai.Atualmente trabalha na TV Integração, afiliada Globo em Juiz de Fora/MG.

Artigos Relacionados

Topo